Jolicloud OS 1.2

Este é um Sistema operacional* voltado à nuvem. É destinado a netbooks e à restauração de computadores antigos que já não suportam mais rodar as versões recentes do Linux, Windows e etc.

Como todos os aplicativos são voltados a este fim, você não encontrará inicialmente nada instalado nativamente**, somente apps da web, tais como Google Docs, Windows Live Office entre tantos outros. A variedade é grande, mas a necessidade de se permanecer 100% conectado pode ser um ponto negativo.

* É uma distribuição Linux baseada no Ubuntu.

**Há a opção de fazer instalações locais.

Continuar lendo

Anúncios

Dando uma olhada no Meego 1.2

Área de trabalho do Meego

Após ver esta notícia no site Br-Linux, resolvi dar uma olhada no Meego. Fui no seu site oficial, baixei a imagem da versão 1.2 e criei um live USB para testar.

Meego é uma distribuição Linux baseada no Fedora, oriundo da fusão entre o Maemo da Nokia e o Moblin da Linux Fundation. Hoje seu desenvolvimento encontra parcerias como a Intel, que pretende continuar no barco mesmo no caso de a Nokia abandoná-lo.

Continuar lendo

Debian com sabor de Menta!

Foi anunciado semana passada uma nova versão do Linux Mint. Para os que ainda não conhecem, o Linux Mint é uma distribuição baseada no Ubuntu que vem ganhando notoriedade nos últimos anos, seus usuários chegam a afirmar que o Mint é um Ubuntu melhor que o próprio Ubuntu. Dentre as customizações encontramos: um tema mais clean e elegante, codecs de multimídia instalados, plugins proprietários como o flash, um instalador próprio e o Mint Menu (um menu diferente do tradicional do Gnome, mais parecido com o do openSUSE, só que mais prático e funcional).

A quantidade de fãs dessa distro cresceu tanto que ela já configura em terceiro lugar nas estatísticas do DistroWatch. Sendo assim,  para agradar aos mais diferentes gostos foram criados novos “sabores” do Mint, incluindo os mais utilizados gerenciadores de janelas e ambientes gráficos como KDE, XFCE, Fluxbox e LXDE. Só que o pessoal de lá parece não achar que tem trabalho suficiente, então resolveram criar mais uma versão, desta vez realmente diferenciada pois vem com as palavras mágicas ROLLING RELEASE. Uma rolling release é uma distribuição em que você só precisa instalar apenas uma vezes e ela estará sempre tendo seus pacotes atualizados, assim vocẽ não precisa fazer um upgrade ou reinstalar tudo a cada novo lançamento, até porquẽ não há lançamentos 🙂

Continuar lendo

O Big Linux – Um Linux em busca da perfeição

O Big Linux é uma distribuição brasileira que se auto-proclama “em busca do sistema perfeito”. Apesar da frase parecer egocêntrica à primeira vista, na verdade ela traduz a intensão que os desenvolvedores têm de deixar o sistema o mais “pronto” possível para o usuário final. Ou seja, com tudo o que o usuário necessita já instalado e configurado, para que uma vez na máquina a sua única preocupação seja utilizar o sistema e nada mais. Ela é desenvolvida por Bruno Gonçalves (o Big Bruno), e procura manter seu caixa com base no site de busca Big Busca, além da venda de CDs.

Com a morte do Kurumin, muitos de seus utilizadores migraram para o Big, em parte por causa de declarações do próprio Carlos E. Morimoto (criador do Kurumin) de que o Big Linux seria a distro mais próxima da filosofia proposta e seguida pelo Kurumin. Na época a versão disponível do Big era a 4.2, baseada no Ubuntu 8.04 e ainda é a atual versão estável do Big Linx. Tal hiato de lançamento de uma nova versão fez surgir rumores de que o projeto estaria morrendo e logo logo entraria para longa lista da distribuições descontinuadas. Mas contra esses rumores, no fórum da distro, podemos ver certa movimentação. O que mostra que, apesar da demora, há a intensão de se lançar a versão 5.0 em breve.

Como a versão 5.0 ainda está em estado beta, nesse post vou apresentar a instalação e uso da versão estável 4.2,.

Continuar lendo

Sidux 2009-2 Αιθήρ

logo é uma distribuição voltada aos Desktops baseada na versão instável do Debian. O nome “sidux” vem do codinome dessa versão instável, eternamente chamada de Sid.

sid

Sid, o garoto malvado que gosta de quebrar brinquedos

Apesar de ser baseado na versão instável, os pacotes e o kernel do sidux são trabalhados pela equipe de desenvolvimento visando dar a estabilidade suficiente para que o mesmo possa ser utilizado em Desktops. Os pacotes são sempre os mais atuais possíveis e a estrutura da distro propõe que o sistema seja instalado somente uma única vez e nunca mais seja necessário formatar ou reinstalar nada para atualizar para uma nova versão. Aliás, as versões do sidux não são como as versões convencionais das outras distros, elas são somente imagens de CDs geradas a partir da configuração mais recente do sistema, a fim de facilidar a vida daqueles que forem instalá-lo pela primeira vez.
Continuar lendo

ALT Linux 4.1

logoContinuando nossa série de distribuições Linux de ‘A’ a ‘Z’ chegou a vez do ALT Linux. Essa distro pode ser um pouco desconhecida para o público brasileiro, mas é uma distro muito importante na Rússia e no Leste Europeu. A ALT Linux foi fundada em 2001, pela junção de dois grandes projetos russos de software livre. No começo, o time fazia uma distribuição com base no Mandrake, e que na verdade era o Mandrake traduzido para russo. Mais adiante começaram a fazer pacotes para o Mandrake a fim de atender as necessidades dos consumidores e do mercado russo. Desde a versão 3.0, todos os pacotes são produzidos pelo próprio time da ALT Linux e a distro passou a caminhar com as próprias pernas. Contando inclusive com infra-estrutura própria e seu próprio repositório chamado Sisyphus, qual fornece toda a base para as diferentes edições da ALT Linux.

Em 17 de Março deste ano, a empresa ALT Linux e OpenGO (antiga Ventox Boundless Brasil) anunciaram a abertura da representação da ALT Linux no Brasil. Desde então a comunidade brasileira e o suporte só tem crescido, tornando a distro mais conhecida por aqui.

Continuar lendo